Como escolher capacete de moto

By
Além de um item fundamental para a segurança e equipamento previsto por lei para todos os motoqueiros, o capacete traduz um pouco do estilo de cada motoclista, além de possuírem características que se adaptam aos mais variados tipos de situaçõs.

Todos sabemos que os capacetes são exigidos por lei, e além disso trazem um grande benefício que é a segurança do motociclista. Muitos buscam além disso um diferencial no seu capacete, a personalização, diferenciação. São muitos os tipos de capacetes, aqui conheceremos alguns deles:

Capacete de moto Shark RSI
Capacete de moto Shark RSI
Capacete Integral: São bem fechados, e seu formato formato confere maior resistência à toda a estrutura e segurança.
O que é ruim: Além de caros, embaça bastante e esquenta demais a cabeça no verão.
O que é bom: Proteção maior para a cabeça em caso de acidente, e maior tecnologia.

Capacete Todo Terreno: Indicado para esporte, pois seu formato exclusivo inclui uma proteção contra rochas, lama e poeira. Também é caro.

Capacete Híbrido: Permite abrir/empurrar pra cima o queixo do capacete.
O que é bom: É bom para quem usa óculos e para quem faz viagens, já que dá pra respirar bem nas paradas sem ter que tirar o capacete da cabeça. 

Capacete Aberto: Proteção: apenas orelhas e partes laterais da cabeça. De baixa segurança, não possui proteção de queixo e também não tem viseira. Seu preço é baixo, e é comumente visto nas cidades

Capacete Coquinho/Penico: Proibido no Brasil por lei, cobre apenas a parte superior da cabeça. Utilizado normalmente para demonstrações e motociclistas de “Harleys”. Esse troço não protege nada, jamais usem isso como equipamento do dia-a-dia! É melhor pagar mais caro e ficar numa boa do que pagar barato e morrer.

FinanciarMoto.com.br, o melhor site para financiar uma moto zero!