Quanto vale minha moto?

por
Olá amigos! Uma dúvida muito comum que sempre me perguntam quando procuram financiar uma moto é:
"Quero comprar uma moto nova. Quanto vale minha moto usada?"
O valor de um veículo, seja uma moto nova ou usada, depende de vários fatores. Para chegar ao preço certo e justo, você deve considerar vários aspectos.

quanto-vale-minha-moto
Você acha que sua moto vale isso tudo? :)

Tabela Fipe - Motos

Um dos índices mais utilizados para definir o valor de um carro ou moto é a Tabela Fipe. Ela é gerida pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, cujo objetivo principal é estabelecer um parâmetro de valores dos veículos comercializados no Brasil, sejam estes novos (zero km) ou usados. A Fipe é constantemente atualizada, e pode ser consultada diretamente no site, ou através dos apps para celulares Android e iOS. Basta inserir o fabricante (Honda, Yamaha, Dafra etc), modelo e ano de fabricação da moto em questão , para se ter o valor da tabela FIPE para o referido veículo.

Preço de Mercado

Como vimos acima, a FIPE é um indicador, mas o preço praticado de uma moto realmente é definido pelo mercado. Vejamos agora algumas características que afetam o valor de mercado de um veículo:

Oferta e Demanda

Não adianta anunciar uma moto Yamaha que na tabela FIPE vale R$ 8000, se não há procura por aquele modelo. Invariavelmente você terá que baixar o valor se quiser vender rápido, para alguém considerar aquela compra como uma oportunidade.

Mas o inverso também pode acontecer: uma moto Honda que teve poucas unidades comercializadas pode valer R$ 15.000 na FIPE, porém por ter poucas unidades no mercado, mais pessoas podem estar dispostas a compra-la por um valor maior que o de tabela, quase como se fosse um leilão.

Localização

A região onde está sendo vendida a moto também interfere no valor, e é intimamente relacionada à Oferta e Demanda. Uma Bros 160 é muito comum em uma grande capital como São Paulo, mas pode ser uma moto mais difícil de ser vista em uma cidadezinha do interior do Piauí. Fatores climáticos e infraestrutura do local também entram na equação: motos trail podem ser mais valorizadas em locais em que não haja asfalto.

Conservação

Parece óbvio, mas muita gente ainda acha que uma moto com carenagem arranhada pode ter o mesmo valor da tabela FIPE. Basta se colocar no lugar do comprador: você pagaria o valor de tabela em uma moto toda arranhada? É claro que não! Portanto, mantenha sua moto sempre conservada: além de trazer satisfação pessoal, isso pode ser um diferencial para a venda no futuro.

Cores

Muita gente tem preconceito com certos tipos de cores, sendo assim algumas motos com cores mais exóticas como amarelo ou rosa podem ser mais difíceis de serem vendidas pelo preço médio de tabela. Mas o inverso também acontece: uma Kawasaki verde certamente será mais valorizada que de outra cor, pelo histórico e marketing da marca.

Acessórios

Em menor grau, os acessórios podem interferir no valor de venda de uma motocicleta. São eles: rastreador, sensor de pressão de pneus, carregador USB etc... mas não compre acessórios pensando em agregar valor à venda da moto. De modo geral, o valor de compra dos acessórios acaba sendo maior do que o valor agregado durante a venda da moto. Acessórios servem para trazer satisfação pessoal ao motociclista, pense nisso!

Agora que você já sabe como definir o valor de venda de sua moto usada, aproveite para pesquisar em nosso site valores de financiamento para sua nova moto. FinanciarMoto, é mais moto!
moto miniatura

Capacete mais barato com isenção de impostos, confira!

por
Boa notícia, pessoal! O Senado Federal, que propõe as leis em nosso país, está com um projeto de lei para zerar os impostos de capacetes e outros equipamentos de proteção para motociclistas. O senador responsável pelo projeto é o Otto Alencar. O objetivo principal, além de ajudar a salvar vidas, é incentivar a compra de capacetes com valor reduzido, e assim reduzir o número de óbitos e internações em acidentes de motos, algo que custa muito dinheiro ao Estado: "Abrir mãos destes impostos pode beneficiar o país economicamente por reduzir a necessidade de internações em hospitais de alta complexidade, além de salvar muitas vidas em nossas ruas e estradas".
capacete-barato-isenção-imposto
Capacete mais barato com isenção de impostos

Capacete sem imposto resolve?

É claro que o uso do capacete é mais do que uma questão de educação e zelo pela vida, mas não deixa de ser uma ótima iniciativa para nós, já que poderemos comprar capacetes sem pagar impostos! Só a isenção de impostos não vai resolver o problema da educação, mas a longo prazo a tendência é de que todos usem o capacete, tanto por ficar mais barato como por uma questão de respeito à vida, própria e de terceiros.

O projeto ainda não virou lei, mas você pode acompanhar o andando nesta página do Senado, e inclusive pode votar a favor da criação da lei.

E você, o que achou desta excelente notícia? 😃

moto miniatura